Ester Capela


Cume do Dedo de Deus – Foto: Gideão Mello

 

Idade: 49
Cidade: Belém-PA
Profissão: Professora (Geografia)

 

Conta pra gente como começou sua história com as montanhas!
Posso dizer que meu envolvimento com a Natureza começou nos primórdios de minha infância na cidade do interior da Amazônia onde fui criada: trilhas na Floresta Amazônica, banhos de rios, passeios (de canoa, barco, e ‘voadeira’) e escaladas em árvores (que era o meu forte, rs,rs).

 

O que te motivou a fazer trabalho voluntário?
Depois de um casamento de 25 anos, os filhos já criados, achei que era hora de recomeçar um novo ciclo, que trouxesse resultados definitivos e satisfatórios para minha vida. A mudança começou no ano de 2000 quando nasceu minha filha Ylana. Nesse período estava atravessando problemas sérios de saúde (diabetes gestacional) onde fiquei internada diversas vezes. Foram momentos difíceis. Superados. Fiz um curso de Turismo (2003) onde tirei a habilitação para fazer guiamentos e após o curso, decidi enveredar pelo segmento de  Atrativos Naturais e então liguei para o Parque Nacional da Tijuca, onde passei a fazer parte de uma equipe de “Guias Voluntários” que atuavam no projeto Ecoturismo Em Foco – que consistia em Caminhadas Gratuitas realizadas em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, aderi ao Projeto de Voluntariado do Parque voltado para o manejo de Trilhas e manejo de Flora. Fielmente, aos sábados, domingos e feriados eu estava sempre participando das Caminhadas Gratuitas – ora como guia, ora como ‘cerra-fila’ e participando nas terças e quintas-feiras de forma ativa no VOLUNTARIADO de Conservação das Trilhas.


Com Voluntários no Mutirão do Pico do Tijuca Mirim – Foto: Graziani Miranda

 

Como é a adesão das pessoas a esse tipo de trabalho?
A procura pelo trabalho voluntário em Unidades de Conservação tem aumentado bastante. Em geral, são estudantes universitários, participantes de grupos que fazem “trilhas”, aposentados, guias de turismo ou até mesmo donas-de-casa.  Consiste em contribuir para a conservação das UCs através de ações que são realizadas de forma periódicas, visando ‘estreitar’ a relação entre o Homem e a Natureza. No caso do PARNA Tijuca, temos um calendário anual de atividades que são realizadas nos 4 setores do parque e, para o bom andamento do projeto, contamos com parcerias que nos auxiliam. Dessa forma, dentre os Parques Nacionais do Brasil, o Parque Nacional da Tijuca tem se destacado no quesito VOLUNTARIADO. No sábado (23/02), comemoramos os 10 anos de existência do projeto, onde nos confraternizamos.

Como se tornar um Voluntário do PNT: qualquer pessoa maior de 18 anos pode se inscrever preenchendo uma ficha de cadastro que se encontra no Centro de Visitantes do parque, ou pode solicitar a adesão através do e-mail: voluntarios.pnt@gmail.com. O responsável pela coordenação do Voluntariado é o Lúcio Palma. Telefones: 2492-2252 / 2253.

Estamos engajados em um outro projeto: o VOLUNTÁRIOS POR NATUREZA. É da Prefeitura do Rio de Janeiro. Foi reativado recentemente com o intuito de arregimentar e cadastrar voluntários para as atividades de implantação da trilha de longo percurso TRANSCARIOCA e para fomentar um sistema de atividades de conservação e manejo nas trilhas das APAs administradas pela Prefeitura. Contamos com a participação de TODOS nesse grande projeto, pois será a 1ª Trilha de longo percurso do município do Rio de Janeiro. Para aderir basta preencher o FORMULÁRIO de CADASTRO: https://docs.google.com/file/d/0B_zy0t1K2nXKdEhBaWMxWUJFZzA/edit e enviar para o e-mail: mosaico.carioca@gmail.com

 

Você é guia de montanhismo especializada em caminhadas. Qual trilha te surpreendeu?
Sim, sou guia de Montanhismo do Centro Excursionista Brasileiro. As Trilhas com trechos técnicos (que envolve escalaminhada e escalada) me surpreendem – A “Via Ferrata” na Pedra do Baú-SP me surpreendeu. Com todos os participantes ‘conectados’ pelas cordas, subimos umas centenas de ‘degraus’ de ferro, tendo os guias que manter seus mosquetões fixados à cada degrau. Com 1 hora de subida, chegamos ao cume de 1950 m. Foi surpreendente, principalmente por ter ajudado no guiamento.

 


Na Pedra do Urubu, com Bico do Papagaio ao fundo – Foto: Douglas Magno Machado.

 

Atualmente você trabalha no Parque Nacional da Tijuca. Conte um pouco sobre o seu dia-a-dia por lá.
Já fiz parte da Monitoria Ambiental por alguns anos, e também permaneci por 2 anos no Corcovado e agora coopero no Centro de Visitantes, na Floresta. Nas minhas horas vagas e dias de folgas é que consigo realizar minhas “Pernadas Pela Floresta” ou Escaladas pelas Pedras do Rio.

 

“POR ONDE ANDEI”. O título do seu blog (https://estercapela.blogspot.com.br/) já é bastante sugestivo e logo abaixo cita: trilhas, escalada em rocha, manejo de trilhas, voluntariado em unidades de conservação, navegação e geografia. Uma multi mulher…nos fale sobre isso, por favor!
Ah! O blog foi criado em 2009. esse título expressa todas as atividades com as quais estou envolvida: Escalada, manejo de trilhas, voluntariado – voltado para UCs, embarcação ( Mestre Amador – apta para navegar entre Portos Nacionais e estrangeiros nos limites da Navegação Costeira) e a Geografia – minha formação.

 

Mãe de 5 filhos não é moleza! Como você conseguiu conciliar sua vida profissional com a de mãe, montanhista e voluntária?
Sou uma mulher múltipla. Consigo ficar engajada em várias atividades de forma simultânea. Mas antes, não conseguia, pois as crianças eram pequenas e eu era Amélia e dona-de-casa. Com os filhos crescidos, a situação mudou um pouco e pude tentar me realizar através dessas atividades. Mulher sempre consegue um jeito pra tudo!

 

Qual a escalada mais emocionante que já fez?
Foram duas: O Pico Maior – pela Leste e a via Vento Solar – na Pedra Riscada, com 16 enfiadas.

 


Na Janela do Céu (Paredão Antena, Pedra da Gávea) – Foto: Paulo Ferreira
Nos braços do Cristo Redentor – Foto: Iolete Bezerra

 

O que te inspira?
Ter a oportunidade de usufruir de todo o luxo que a Natureza oferece através de uma simples caminhada em trilha ou ESCALADA.

 

Quais os planos e projetos para 2013?
Estamos envolvidos na implantação da trilha de longo percurso chamada de TRILHA TRANSCARIOCA. São 150 km estimados de caminhos por um Corredor Verde, que sai de Grumari e passa pelo Parque Estadual da Pedra Branca, Parque Nacional da Tijuca, Parque da Catacumba, seguindo até o Monumento natural dos Morros do Pão de Açúcar e Urca. Estamos trabalhando para que esse projeto esteja pronto para a Copa. O interessante é que o traçado da Transcarioca está sendo realizado em cima de trilhas já existentes. Estamos manejando os trechos para adequá-los ao Uso Público e realizando a ‘conexão entre as esferas: Municipal, Estadual e Federal – APAs (Prefeitura do Rio), INEA e ICMBio.

Contamos com a cooperação de voluntários para avançarmos nos trabalhos do projeto. Pode-se ajudar procurando informações sobre o voluntariado do PARNA TIJUCA e também do Voluntariado da Prefeitura do Rio,  através do Programa VOLUNTÁRIOS POR NATUREZA, que foi reativado recentemente visando as atividades de implantação da Trilha Transcarioca. Maiores detalhes na página e grupo do Facebook: https://www.facebook.com/TrilhaTranscarioca  e  https://www.facebook.com/groups/355872241169092/

 

Uma mensagem para as mulheres!
“Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.” (Luis Fernando Veríssimo)

 

Entrevista concedida ao Site Mulheres na Montanha

Feita por  Vanessa Machado, em fevereiro de 2013

 

Clique nas imagens abaixo para ampliar!

34 Comments

  1. Ester – Parabéns pela sua determinação, dedicação e empenho em fazer as coisas acontecerem.

    Acredito que fazemos nosso destino. Você fez o seu.

    Usufrua de toda a Paz e Energia do contato com a Natureza.

    Seja muito feliz!

    Beijo
    Ro Gelly

  2. …Nao tem muito o que falar da minha Esterzinha !…Mulher admiravel…guerreira… batalhadora…motivadora…envolvente e muito atuante de forma exemplar em suas atitudes ambientais…amiga de todo mundo…super simpatica !…resumindo..:.. sou fa de carteirinha dessa menina !….hahah Beijao Esterzinha !

  3. Parabéns, Ester, não só uma mulher incrível, mas também uma escaladora excepcional e apaixonada. Uma honra conhecê-la e ter ajudado você e a equipe envolvida em tirar a Transcarioca do papel.

  4. Parabéns, querida Ester. Admiro muito seu trabalho, sua determinação e garra. E invejo (no bom sentido) sua coragem pra escalar. Eu quero! 🙂 Beijo e siga sua luta.

  5. Teteka parabéns pelas conquistas alcancadas ! Ter mulheres como vc na montanha e inspirador e um grande exemplo. Bjs!

  6. Você não gostou, quando disse num comentário, que eras a( Mulher Maravilha),
    nada a ver com o filme, você é a nossa, verdadeira, humana, carismática, guerreira,
    é uma grande honra ser seu amigo. Parabéns,
    por tudo. Muita Paz.

  7. Minhas caras Mulheres da Montanha!

    Sou muito grata à Deus por tudo em minha vida. Minha família e meus amigos tem sido peças fundamentais em meu viver. As lutas e as batalhas tem sido permeadas de vitórias. Na minha trilha tenho encontrado amigos… Quando chegamos nos lances mais íngremes onde é necessária uma subida de forma ininterrupta, certamente concluímos o percurso com dificuldades, cansados… mas com sabor de vitória no final! Cada lance da escalada ou da caminhada deve ser realizada com muita dedicação.
    Agradeço à amizade e compreensão de todos os que me rodeiam e participam de minha trajetória. Sou falha como qualquer ser humano. Tento me aperfeiçoar à cada dia.
    Peço à vocês, que nunca desistam de seus sonhos. Nunca deixem de lutar por aquilo que vocês acreditam!
    Obrigada à todos!
    Nos encontraremos nas trilhas e nas bases das montanhas!! 🙂 🙂

    Beijos,

    Ester Capela

  8. Ester,
    Você é pura inspiração menina! Inspiração é uma palavra que eu usaria se tivesse que resumir você em uma única palavra. Querida, você é admirável, uma guerreira , determinada! Muito bom ver que nesse mundo entre tanta gente sem noção que não respeita a natureza e que a destrói cometendo ato cruel e burro , pois quem destrói a natureza está destruindo a si mesmo, ainda podemos ter esperança, ainda podemos conhecer uma pessoa como você Ester, que ama, contempla , vive e luta pela natureza. Você é 10 Ester! Muito bom estar te conhecendo mais e muito bom ler esta sua entrevista. Parabéns Mulheres na Montanha pela escolha da entrevistada!

  9. Ester, parabéns pelas conquistas nas montanhas e na vida! Muito bacana o trabalho que você realiza nos parques, a homenagem é bem merecida. Parabéns também à “Mulheres na Montanha” pela entrevista! Essas mulheres me orgulham!!!

  10. Ester, desde a 1ª trilha que realizei com você deu para perceber todo amor e fascínio que você tem pela natureza e pela floresta… é contagiante!! Parabéns, você merece esse espaço para expor suas idéias em favor da natureza!!! Estamos aguardando novas trilhas… Bjos!!!

  11. Que beleza o seu trabalho pela Natureza, Ester!!!!!! E que admirável a sua força de vontade, capacidade de realização! Você realmente é uma Mulher da Montanha, um exemplo!!! Continue sempre assim, vivendo intensamente os seus projetos! Um beijo carinhoso
    Marina

  12. Que inspiração de entrevista dessa mulher da montanha…faz com que cada uma de nós se sinta motivada a sair e fazer um pouquinho que seja…voluntariar-se, criar, escalar, caminhar, conquistar! Parabéns! Vida longa a Ester e as Mulheres da Montanha!

  13. Sensacional! Muito prazer em conhecer a Esterzinha. Um dia quero ser que nem você! Muita sorte do PNT em te ter. Beijos!

  14. Parabéns Ester!!! Showwwww…uma entrevista que vem mostrar que quando se tem força de vontade fazemos acontecer, e vc foi além!
    Bjs,
    Dalva

  15. Bela história de vida. Nem precisava ser montanhista pois antes mesmo já atingido vários cumes!

    Parabéns, Pedro

  16. Ester, ter conhecido você no cume do Dedo de Deus, não foi por acaso! Temos o prazer de ter perto de nós alguem que veio ao mundo ser uma mulher do bem, de montanhas, amiga do todos.
    Muito bom ser seu amigo!
    Bjs,
    Eliel

  17. Que legal, estava faltando essa entrevista! Ester é uma das pessoas mais fortes que conheço… Exemplo de garra e determinação. Daí ser uma grande montanhista!!!! beijos e belas montanhas pra nós!

  18. Cara Ester, parabéns pela bela entrevista, contando sua linda trajetória! Em qualquer lugar do mundo, você teria reconhecimento e espaço para desenvolver seus múltiplos talentos!Que seus projetos se realizem!

  19. Ester, a matéria está muito boa. O reconhecimento pode tardar, porém nunca falha. Continue nesta “estrada”, pois somente uma trilha já está ficando pequena para você.
    Tenho orgulho de ter “apostado” no seu potencial.
    Um abraço.

  20. Cara Ester,parabéns pela ótima entrevista, você é uma mulher determinada e guerreira,sua rica história de vida confirma isso. Continue firme no seu objetivo de preservação da natureza. Que sua trajetória seja de sucesso !!! Beijo Marineth.

  21. “Conheci” Ester Capela, Quando surgiu o desejo de conhecer o parque da Tijuca e um amigo Renato índio do Brasil, me disse entra no site…. então descobri Ester Capela, uma mulher que transmite amor ao que faz com muita dedicação e determinação, fiquei encantada com sua história. Parabéns Ester por belíssimo legado. gd bj

  22. Grande Ester. Super ativa, mostrando tudo que a nossa floresta tem, altas fotos, alto astral a nossa sindica da Floresta da Tijuca mandou mto bem. Beijão Ester.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *