Category Diversos

“A montanha não vai sair do lugar”

Salomyth Fernandes, montanhista

Devido à crise mundial do COVID-19, a principal recomendação é fique em casa! A comunidade de montanhistas e escaladores brasileiros tem se unido para estimular e promover a contenção da propagação, cancelando eventos, festivais, reuniões de clubes, palestras, etc. 

Individualmente é também necessário tomar decisões que considere não apenas nossas necessidades, vontades e projetos. Devemos considerar a perspectiva das pessoas mais vulneráveis​​, e acima de tudo, devemos pensar coletivamente como sociedade.

Como escaladores e montanhistas, estamos acostumados e nos beneficiamos de uma vida ao ar livre e em contato com a natureza. Entendemos o impacto que a quarentena e o isolamento têm nas nossas vidas. Mesmo assim, devemos cumprir rigorosamente as medidas de prevenção estabelecidas pelas autoridades e órgãos de saúde para conter a propagação do vírus. O respeito por essas medidas também garante que os serviços médicos e de resgate sejam direcionados às pessoas mais necessitadas.

Devo viajar para escalar ou fazer trilhas?
• Não é o momento de viajar recreativamente, nem mesmo nos diversos feriados que virão em breve. Se já tiver viagens programadas, considere adiá-las para depois da crise.
• Se pensou em viajar para fugir das aglomerações da cidade, pense de novo! Muitos de nós podemos já estar transmitindo o vírus sem nenhum sinal ou sintoma e muitos locais de escalada e montanhismo são comunidades pequenas e rurais com acesso limitado a serviços médicos, como Três Picos (RJ), Pedra do Baú (SP), Serra do Cipó (MG) e outras.

Devo continuar praticando o montanhismo: trilhas e escaladas em áreas externas? 
• As recomendações dos órgãos de saúde são para que todos fiquem em casa e em alguns locais do Brasil, as autridades decretaram quarentena e total isolamento social. Respeitem essas regras.
• Onde a quarentena ainda não foi decretada, a prática de exercícios ao ar livre pode ser uma alternativa dependendo da evolução do número de casos na sua região e das recomendações dos órgãos de saúde, para cada cidade e estado[1]. Mesmo assim, considere minimizá-la. 
• Muitos locais de montanhismo estão fechados no momento. Verifique a situação da área antes de ir
• A escalada não é recomendável, pois tem características que facilitam a transmissão do vírus pelo toque na rocha, compartilhamento do equipamento, proximidade ao dar segurança, rapelar e o caráter eminentemente social do boulder. 
• Se optar por caminhar em trilhas, faça-o perto de casa, na sua própria cidade, evite o uso de transportes públicos e evite lugares com muitas pessoas.
• Como sempre, esteja consciente dos riscos, o que neste momento inclui questões mais amplas do que os nossos objetivos e projetos pessoais.
• Aumente a prudência!
Eventualmente o montanhismo pode demandar resgates ou atendimentos médicos, sobrecarregando ainda mais o sistema de saúde.
• Avalie o local onde está.
Mantenha-se distante de outras pessoas no mínimo por 2 metros. Se tiver muita gente, volte outra hora ou outro dia. 

Se optar por praticar montanhismo, lembre-se:
• Vá a pé, de bicicleta ou use transporte privado;
• Opte por horários fora do pico e locais menos populares; 
• Dê preferência por parceiros com quem o convívio diário já ocorre de qualquer forma, como familiares e colegas de trabalho;
• Não compartilhe comida ou água;
• Evite contatos físicos com outras pessoas;
• Leve álcool gel e faça constantemente a higienização das mãos;
• Ao voltar para casa, siga as recomendações de higiene: deixe os sapatos do lado de fora, tome rapidamente um banho ou ao menos lave bem as mãos, rosto e antebraços; cuidado com as roupas e a limpeza de equipos, evite sempre tocar o rosto e outras. 

Essas são recomendações e reflexões de acordo com o que se sabe sobre o vírus no dia de hoje (informações disponíveis nos websites do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde) e podem mudar na medida em que novos avanços sejam feitos. 

Baixar a nota oficial

Read More
Devido aos acidentes ocorridos na Pedreira do Dib nos últimos 6 meses, a comunidade local da escalada definiu, por bem, dar mais proteção as vias com maior exposição e/ou risco de queda em platôs, com o intuito de minimizar os riscos de acidentes graves.
Read More

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Assembleia Geral Ordinária – 2018

Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro – FEMERJ

O Presidente em Exercício da FEDERAÇÃO DE ESPORTES DE MONTANHA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FEMERJ, na forma do Art.31 do Estatuto, convoca seus filiados e associados para a Assembleia Geral Ordinária que será realizada no dia 17.12.2018 na sede do Centro Excursionista Rio de Janeiro – CERJ, sito na Av. Rio Branco, nº 277, sala 805 – Centro, Rio de Janeiro/RJ, primeira convocação às 18:30 horas e a segunda às 19:00 horas.

Pauta:
1) Aprovação de contas do exercício de 2017
2) Anuidades 2018 e 2019

Relação das filiadas com direito a voto:
1. Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro
2. Centro Excursionista Brasileiro
3. Centro Excursionista Friburguense
4. Centro Excursionista Guanabara
5. Centro Excursionista Petropolitano
6. Centro Excursionista Rio de Janeiro
7. Centro Excursionista Teresopolitano
8. Clube Excursionista Carioca
9. Clube Excursionista Light
10. Clube Niteroiense de Montanhismo
11. Grupo Excursionista Agulhas Negras
12. Grupo de associados diretos presentes

Solicitamos a presença do Presidente de cada entidade ou diretor devidamente constituído.

Atenciosamente,

Pedro Bugim
Presidente da FEMERJ

Read More