Morro do Camelo e Pico do Cuscuzeiro: escalada em Analândia, interior de SP


Morro do Cuscuzeiro

 

O interior do Estado de São Paulo esconde dois locais excelentes para escalada. Os morros do Camelo e Cuscuzeiro, ambos na estância climática de Analândia, oferecem boas condições para quem curte escalar acompanhado de uma vista maravilhosa.

 

Morro do Cuscuzeiro

Chamado também de Pico do Cuscuzeiro, ou apenas Cuscuzeiro, esse morro testemunho (morros testemunhos são colinas com o topo plano que se situam diante de uma escarpa de cuesta) possui cerca de 900 metros de altura, e desses, por volta de 50 metros são de formação vertical.

O pico conta com uma média de 50 vias para a escalada, com graus de dificuldade variados. Dentre as mais famosas estão a Gato, as Pervas, o Bundão, a Espinhosa e a Visual, primeiras vias a serem descobertas no local, além da Distúrbios no Forró, Fly or Die e a Caixa de Pandora, mais novas. Atualmente, o local conta com no mínimo uma dezena de vias entre 7a e 8c, constituindo um grande desafio para praticamente todos os escaladores. Porém, também existem muitas e muitas vias para iniciantes, de dificuldade baixa ou média. É um espetacular ponto de observação e contemplação e um dos mais conhecidos locais de escalada do interior paulista.

 


Morro do Cuscuzeiro

 

O morro fica em uma propriedade particular, porém o acesso é bem facilitado. Não é permitido acampar por lá (exceto no cume, onde há autorização do proprietário), e é necessário ter alguns cuidados com a fauna local, que apresenta abelhas africanas e cobras (sempre fique atento à colméias e utilize botas de proteção), e também com o próprio local, evitando deixar seu lixo por lá. E leve água, pois não há fonte de água potável nos arredores.

 


Morro do Camelo e Cuscuzeiro ao fundo

 

Morro do Camelo

Também chamada de Pedra do Camelo, a formação de arenito com mais de 150 milhões de anos curiosamente lembra a forma de um camelo, daí o seu nome. Possui por volta de 80 metros. Esse morro é parte integrante da Serra do Cuscuzeiro, e fica de frente ao morro homônimo.

 


Morro do Camelo

 

Considerado uma alternativa mais tranquila para quem não quer se aventurar, logo de cara, no Cuzcuzeiro, o Camelo é ideal para quem procura uma alternativa mais fácil, com trilhas de dificuldade menos intensa e que levam ao topo do local e proporcionam uma vista sensacional  de toda a cidade de Analândia, do Cuscuzeiro, do Morro do Capitão Brasil e toda a planície ao fundo do vale. Contando com somente 3 vias, o destaque fica para os boulders e as crianças que gostam de aventura também têm vez: em uma das faces da formação, é possível praticar o “tobograma”, que é a descida com pedaços de papelão ou madeirite.

Além da escalada, a região é um prato cheio para o camping e a prática de outras atividades, como a pedalada, a visita à Cachoeira da Bocaina, cavalgada e aquatrekking.

 

 

Por: Rafaela Pietra

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *